Tikka Masala de Beringela

Decididamente devo ter antepassados asiáticos (o que por acaso já me foi confirmado pela minha mestre de Reiki)… Sinto uma atração enorme pela cultura e filosofia de vida oriental. E claro, adoro a cozinha do oriente, especialmente a indiana. Apesar de não gostar de picante (o que parece um contra-senso para quem diz que gosta de comida indiana), gosto muito da mistura de sabores, das especiarias que usam e do bem-estar que esta comida me transmite (uma espécie de aconchego de alma). Talvez seja o sentimento bom do regresso às origens…

Faço muitas vezes pratos de caril e desta vez experimentei um tikka masala. Para quem não sabe o tikka masala é um prato de influência anglo-indiana que tem por base um molho cremoso de especiarias. Este molho pode usar iogurte, creme de coco ou tomate e os condimentos variam muito. Podem ser coentros, cominhos, paprika, gengibre, canela, cardamomo, noz moscada, mostarda, pimenta, é um bocadinho ao gosto do freguês. 🙂

Para o meu prato as especiarias dominantes foram as sementes de mostarda e de cominhos, que foram tostadas previamente para o sabor se tornar mais intenso. Optei por fazer um tikka masala de beringela, que é dos meus legumes preferidos, apesar de ser a única que gosta cá em casa. Ou seja, este prato foi mesmo só para mim! E que bem que me soube…

Como curiosidade, sabiam que a beringela é rica em fibras, tem poucas calorias e tem uma ação antioxidante? Para além disso, ajuda a manter um colesterol baixo, a melhorar o fluxo sanguíneo e a manter os ossos saudáveis (pelo seu conteúdo em minerais). É também rica em vitaminas do complexo B (B1, B3 e B6), que auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso central, do fígado, na produção de energia e no equilíbrio hormonal. Eu adoro o seu sabor, fica ótima grelhada com sal e um fio de azeite.

Neste prato a beringela ajuda a tornar o molho rico e mais cremoso, posso dizer que encaixa na perfeição. Querem experimentar?

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Tikka Masala de Beringela (2 pessoas)

– 1 beringela média, aos cubos
– 3 colh. de sopa de óleo de coco
– 2 colh. de sopa de sementes de cominhos
– 1 colh. de sopa de sementes de mostarda
– 1 pedaço de gengibre fresco, sem pele e ralado
– 3 dentes de alho pequenos, picado
– 1 cebola média, cortada em pedaços pequenos
– 2 colh. de sopa rasas de garam masala
– 2 colh. de sopa de polpa de tomate
– 200 ml de creme de coco
– sal a gosto
– coentros picados para decorar

1. Numa frigideira aquecer 2 colheres de sopa de óleo de coco em lume médio-alto.
2. Quando estiver bem quente adicionar os cubos de beringela e saltear entre 6 a 8 minutos, mexendo de vez em quando. Quando a beringela estiver corada, transferir para um prato e reservar.
3. Adicionar a restante colher de sopa de óleo de coco à frigideira e, mantendo o lume médio-alto, juntar as sementes de cominhos e de mostarda, tapar e deixá-las estalar cerca de 1 minutos.
4. Baixar o lume, juntar o alho e o gengibre e alourar por 2 minutos.
5. juntar a cebola e deixar ente 8 a 10 minutos até ficar translúcida.
6. Adicionar o creme de coco, a polpa de tomate e a garam masala, tapar e deixar levantar fervura.
7. Juntar a beringela e cozinhar cerca de 10 minutos até o molho ficar espesso.
8. Servir acompanhado com arroz basmati e polvilhado com coentros.

  • Também sou fã da cultura asiática, embora a indiana nunca me tenha suscitado grande interesse! Talvez por isso, nunca experimentei esse famoso prato. Mas o aspeto do teu agrada-me muito 🙂

    • Maria

      O que eu gosto na cultura oriental é o estilo de vida “slow”, tão diferente do nosso. Este prato é muito bom, suave e ao mesmo tempo com muito sabor.