Sobre Mim

Maria Abreu, 39 anos, engenheira de formação, mãe de 2 filhos lindos que são a minha luz.

Gosto de pessoas genuínas, de sorrisos, das coisas simples. Gosto dos fins de tarde de verão, de tocar guitarra e fazer yoga. Gosto de viajar e conhecer sítios novos. Gosto de me deitar e levantar cedo. Gosto da espontaneidade das crianças, do otimismo e da perseverança. Gosto de estar comigo, em silêncio. Gosto muito de comer e de cozinhar alimentos saudáveis.

Não gosto do negativismo, da inveja, da ingratidão. Não gosto de sentir frio, do trânsito e da falta de pontualidade. Não gosto da desorganização. Não gosto de não ter tempo para fazer as coisas de que gosto.

Senti uma mudança interior muito grande desde que fui mãe. A montanha-russa que emoções que a maternidade originou em mim fez-me começar a ver as coisas de forma diferente, a pensar de outra maneira, a querer instintivamente desenvolver o meu EU espiritual. Senti a necessidade de me conhecer melhor… Fiz formação em reiki (nível 2), cursos de meditação, desenvolvimento pessoal e, entre eles, um pouco por acaso, um curso de alimentação vegetariana e orientação alimentar. Este curso foi o início da verdadeira mudança na minha vida… Eu, que pouco cozinhava ou tinha interesse por culinária, comecei a querer experimentar o que tinha aprendido no curso. Começei a gostar de cozinhar, a gostar de experimentar alimentos novos e saudáveis. Fui alterando hábitos alimentares, naturalmente, e a sentir-me bem. Descobri que os alimentos certos podem ser a nossa cura e podem resolver os nossos problemas de saúde. Descobri também que ao mudarmos para uma alimentação mais saudável mudamos também a nossa essência: tornei-me uma pessoa mais emocional e mais atenta aos outros seres e ao mundo que me rodeia.

No meio de todas estas mudanças surgiu este blog… Pela vontade de partilhar todas estas descobertas. Pela vontade de partilhar não só as minhas receitas saudáveis como também o que vou sentindo e aprendendo. E com o blog descobri a minha missão de vida. Percebi que o que me faz feliz é ajudar os outros a terem mais saúde e serem mais felizes também.

Só há pouco tempo tive consciência que este meu percurso de vida teve ainda outro propósito… Proporcionar a melhor alimentação ao meu filho, que desenvolveu um problema de saúde devido a intolerências alimentares diagnosticadas tardiamente (fundamentalmente ao leite de vaca mas também ao trigo, milho e clara de ovo). Sei que teria sido bem mais difícil a adaptação a uma alimentação sem estes alimentos se tivesse começado do zero. Mas felizmente nada acontece por acaso…

Tinha vontade de aprofundar os conhecimentos que fui ganhando sobre saúde, alimentação e estilo de vida saudável mas nada me tinha cativado até descobrir o curso de Health Coach do Institute for Integrative Nutrition, em Nova Iorque. Instantâneamente senti que era este o próximo passo para a minha evolução pessoal.

Durante esta formação aprendi métodos de coaching inovadores, técnicas práticas de gestão de estilo de vida e pude estudar mais de 100 teorias dietéticas diferentes, entre as quais: Crudívora, Paleo, Ayurvédica, Sem Glúten, Vegan, Macrobiótica ou Tipo de Sangue. Todo este conhecimento permitiu-me ganhar as bases de nutrição holística e health coaching necessárias para ajudar as pessoas a melhorar a sua saúde e mudar a sua vida.

A MINHA FILOSOFIA

Filosofia de Vida

– Ser verdadeira
– Aceitar as coisas como elas são
– Praticar a gratidão
– Estar sempre a aprender
– Apreciar o que me rodeia
– “Keep it simple”
– Ajudar os outros
– Dar sempre o meu melhor
– Viver um dia de cada ver
– Acreditar que fazemos parte de um todo e que estamos inteligados
– Respeitar o planeta e diminuir a pegada ecológica
– Nunca deixar de sonhar

Filosofia Alimentar

– Alimentação individual, adaptada às necessidades e convicções de cada um
– Ligação ao corpo e às mensagens que ele transmite
– Hábitos saudáveis, sem dietas nem restrições
– Comer para viver e não viver para comer
– Seguir um regime 90/10: Comer bem 90% do tempo e reservar 10% para alguns deslizes
– Comer devagar e com consciência (Mindful Eating)
– Alimentos o mais próximo possível do seu estado natural
– Dar preferência a alimentos biológicos, sazonais e de produção local
– Eliminar alimentos processados, industrializados e refinados
– Preferir os cereais na sua versão integral
– Dar prioridade aos legumes, de preferência crus
– Em relação às proteínas, escolher qualidade em vez de quantidade
– Evitar açúcares e adoçantes artificiais
– Beber muita água

  • Pedro Cabral

    Olá prima, gostei muito de ler!
    Vou tentar inspirar-me neste texto para melhorar a minha qualidade de vida, com alimentação saudável 🙂

    • Maria

      Olá Pedro! Fico muito contente por saber que te inspirei para melhorares a tua alimentação. 🙂 Uma alimentação saudável é a base para termos saúde e sermos mais felizes. Beijinhos!

  • Fernando J Bernardino

    Bom dia.
    Tenho máquina de fazer pão, adoro utilizar, não só por questões práticas.
    Encontrei este Blog, muito bom, os meus agradecimentos por ele e pela partilha.
    Gostaria de saber, e porque existem diversas marcas de máquinas, se as quantidades referidas nas receitas serão alteradas adaptando às diferentes máquinas. Ou qual seria a sua máquina, afim de eu próprio fazer as devidas e prováveis adaptações.
    Um grande obrigado e belo trabalho.
    Cumprimentos,
    Fernando JB

    • Maria

      Bom dia Fernando, fico contente por ter gostado do blog. 🙂
      A minha máquina de pão é do Lidl, marca Bifinett (já é um pouco antiga). No entanto, penso que as quantidades que indico nas receitas se adaptam a qualquer máquina. Mas é questão de experimentar e ver se resulta. Obrigada!