Quadradinhos de Aveia e Banana

A minha ideia era fazer umas bolachinhas de aveia simples… Comecei a inventar e como a massa ficou mais líquida do que eu previa, em vez de bolachinhas saíram uns saborosos quadradinhos. Gostei bastante do resultado (e a minha princesa também)!

Sem açúcar ou gordura, estes quadradinhos são super fáceis e rápidos de fazer. São uma boa opção para os lanches dos bebés e das crianças pequenas, em substituição das tradicionais bolachas. Podem ser dados a bebés desde os 6 meses, desde que se use aveia sem glúten.

Mais uma experiência bem sucedida! Cada vez me surpreendo mais com as maravilhas da alimentação saudável… 🙂

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading

Creme de Aveia

Mais uma utilização da aveia que resulta mesmo bem… Sem açúcar e rico em proteína, este creme pode servir de pequeno-almoço, lanche, sobremesa, é ótimo em qualquer ocasião.

É uma boa alternativa às papas de aveia comuns, sendo muito fácil e rápido de fazer pois não necessita de lume. Costumo variar nas frutas, por vezes é morango/banana, outras maçã/kiwi, desta vez fiz de morango/pera, todos os sabores ficam ótimos.  A ideia é misturar sempre 2 frutas, sendo uma sempre mais doce. Também podemos aromatizar com canela ou baunilha, ou com o que mais gostarem, deixem-se levar pela imaginação. Este creme pode ser feito em maior quantidade e guardado no frigorífico em potinhos de vidro, aguenta bem 48h.

Processed with VSCO

Muito bom mesmo! Escolham os sabores que mais gostarem e experimentem. Vão ficar surpreendidos, garanto… 🙂

Continue reading

Papas de Aveia e Chocolate

Não sou a maior fã de chocolate… Nem em pequena era grande apreciadora de bolos, de mousse ou de gelados de chocolate, sempre preferi outras sobremesas. Gostava de chocolate branco mas quando me apercebi da quantidade de açúcar que leva deixei de o comer.

Mas o que é o chocolate? É um alimento feito com base na amêndoa fermentada e torrada do cacau. É constituído por uma mistura de pasta de cacau em pó, manteiga de cacau e açúcar, podendo ou não levar leite.  Quanto maior for a quantidade de pasta de cacau mais forte o seu sabor, quanto maior a quantidade de manteiga de cacau, mais gorduroso é o chocolate.

Há 3 tipos principais de chocolate:

Chocolate Preto: Sem adição de leite, leva apenas pasta de cacau e açúcar. Dependendo da percentagem de cacau que contém, terá um sabor mais amargo ou mais doce (varia de 35% a 90%).

Chocolate de Leite: Leva leite e manteiga de cacau. Normalmente contém entre 10% a 25% de cacau.

Chocolate Branco: Não leva pasta de cacau, apenas manteiga de cacau, leite e açúcar, podendo ter aromas como a baunilha. O seu consumo deve ser moderado pela elevada % de açúcar e gordura na sua composição.

Nada de confusões, cacau não é chocolate! O cacau é um alimento com inúmeros benefícios para a saúde: Acelera o metabolismo, tem um efeito antioxidante, ajuda a combater o stress, é rico em magnésio que protege a saúde do coração, ajuda a reduzir o mau colesterol e a aumentar o bom, entre outros. O cacau cru é mesmo considerado um superalimento (já falei dele aqui). O chocolate, sobretudo pelo seu teor em açúcar, é para comer com moderação. Dar preferência ao chocolate preto, com a mais elevada percentagem de cacau possível. Se por acaso provarem cacau puro, em pepitas por exemplo, não se surpreendam, de doce não tem nada!

Usei apenas 2 quadradinhos de chocolate preto para fazer estas papas de aveia e sairam TÃAAAAO BOAS! Uma verdadeira sobremesa, mas cheia de ingredientes saudáveis. Experimentem, fazem-se num instante.

Processed with VSCO

Continue reading

Panquecas com Banana Caramelizada

Quando vi a junção das palavras “panquecas” e ” banana caramelizada” a minha cabeça disse instantaneamente “Tenho de experimentar isto!”. São mesmo muito boas, a banana caramelizada dá um toque diferente e muito agradável… Os meus pequenos adoraram, mais uma ideia saudável para os lanches da escola. Estas panquecas podem ser congeladas e depois aquecidas que continuam ótimas.

Aqui vai a receita… tenham um fim de semana muito feliz!

Processed with VSCOcam

Processed with VSCOcam

Continue reading

Desidratação de Alimentos: Episódio 2

Tal como disse neste post, a desidratação de alimentos é um método excelente para aproveitar e conservar as frutas e os legumes, preservando todo o seu valor nutricional. Basicamente é um processo que consiste em retirar toda a água dos alimentos e desta forma eles tornam-se secos, duram mais tempo e o seu sabor até fica mais intenso.

Eu costumo usar a máquina de desidratar, que tem a grande vantagem de conseguir manter a temperatura ideal de desidratação (senão os alimentos cozem e não desidratam) e poder estar ligada durante largas horas, sem qualquer necessidade de vigilância. Mas sei, embora sem experiência, que também se consegue desidratar no forno ou no microondas (também é possível ao sol, na época de verão, embora seja necessário muito tempo).

Cá em casa já não passamos sem a fruta desidratada. É uma ótima opção para as crianças levarem para a escola, numa caixinha, já que é prático, saudável e eles gostam bastante. Ainda ontem o meu filho “reclamou” que a fruta desidratada estava a acabar: “Tens de fazer mais mãe!”. Também é muito bom como snack entre as refeições, quando queremos alguma coisa mais docinha, ou para juntar à grânola ou às papas de aveia.

Mas ainda ando em experiências com a desidratação… No geral as frutas saem sempre bem, mas as minhas preferidas são a banana, a manga, o morango e a maçã reineta. Desta última vez fiz maçã reineta com canela e ficou divinal! Em relação aos legumes testei batata doce, curgete e tomate. Gostei do resultado mas acho que ficaram muito rijos, vou tentar melhorar para a próxima.

Dicas são sempre bem-vindas!

2015-10-18 03.22.10 1

(Da esquerda para a direita, na fila de trás: batata doce, banana, curgete e maça reineta com canela, na fila da frente: tomate e morango)

Bolachas de Aveia e Cacau

Hoje deixo-vos mais uma boa ideia para substituir as bolachas de pacote, carregadas de açúcar, gorduras e aditivos. Com o maravilhoso sabor da canela e o poder energético do cacau, estas bolachinhas são muito agradáveis, saciantes e super fáceis de fazer. E são livres de açúcares, farinhas refinadas, leite e gorduras. Muito boas para os miúdos levarem para os lanches na escola. E para todos os momentos em que a fome aperta…

Processed with VSCOcam

Processed with VSCOcam

Continue reading

Primeira Experiência em Desidratação de Alimentos

Gosto muito de fruta desidratada. Penso que a primeira vez que experimentei, para além das tradicionais passas, ameixas, tâmaras e figos, foi durante a minha viagem à Africa do Sul, eles têm uma manga seca que é maravilhosa. Não é muito fácil encontrar fruta desidratada por cá, consegue-se ver à venda em alguns mercados/quintas biológicas mas infelizmente o preço elevado faz com que não possa ser um alimento de consumo recorrente. Agora também já se encontra em pacotinhos nos supermercados, mas a variedade ainda não é muito grande. Pesquisei sobre o assunto e depois de ver as vantagens da desidratação, e de descobrir que se pode desidratar muito mais do que fruta, decidi avançar para a máquina (na verdade dei a dica ao meu pai para me oferecer no meu aniversário 🙂 ). Para experimentar fiz um teste em que enchi só duas bandeja (a máquina tem cinco), apenas de fruta: morango, maçã reineta, pêssego e banana. Coloquei a máquina a funcionar durante a noite (cerca de 8 horas) e de manhã tinha a fruta desidratada e um magnífico cheiro a morangos na cozinha. Adorei o resultado, a fruta ficou super saborosa, os meus filhos também gostaram muito (a J. só dizia “Qué banana sheca Mamã!”).

IMG_0052    IMG_0054

IMG_0059

Continue reading

Barritas de Arroz, Aveia e Maçã Reineta

Mais uma invenção saudável e que, sem muitas expectativas, saiu deliciosa. Tinha feito leite de arroz em casa (ainda ando em experiências), e tinha ficado com as sobras da polpa do arroz integral. Como adoro aproveitar tudo, lembrei-me de fazer umas barritas de arroz. Achei que combinavam bem com aveia, maçã reineta e canela e acertei! Ficaram ótimas, ideais para um lanchinho ou para qualquer altura do dia em que precisamos de comer qualquer coisa que nos conforte.

BarritasArroz2
Continue reading

Iogurtes de Soja com Ágar-Ágar

Nas minhas buscas contantes de receitas para melhorar os meus iogurtes de soja, encontrei a dica de usar o ágar-ágar.  Para os iogurtes caseiros ficarem consistentes como os de compra é sempre preciso adicionar algum ingrediente, eu usava o leite de soja em pó. Fiz a experiência usando ágar-ágar em alternativa e até resultou relativamente bem. Os iogurtes ficaram bastante saborosos, mais do que com a receita que eu usava, e com uma boa consistência (não muito sólidos, como eu gosto). O único senão foi mesmo o ágar-ágar não ter dissolvido completamente e se notarem alguns grumos. Mas é um ponto a melhorar para a próxima.

IogurtesSojaAgarAgar

Continue reading

Barritas de Aveia

Estas barritas são uma excelente forma de consumir aveia e beneficiar das suas propriedades. São muito fáceis de fazer, não levam açúcar ou qualquer adoçante e são mesmo muito saborosas. Boas para o pequeno-almoço, lanche ou para quando precisamos de um miminho doce. Eu experimentei desta vez com banana e alfarroba mas as combinações possíveis são muitas, é só darem largas à imaginação.

BarritasAveia

Continue reading