Pão Proteico de Quinoa e Chia

Seguir uma alimentação sem glúten está um bocadinho na moda. Muito se fala sobre o glúten e muitas são as receitas sem glúten que invadem a internet e as redes sociais. Eu não sou adepta de modas… Gosto simplesmente de seguir aquilo que faz sentido para mim. Aquilo com que me sinto bem… E, tal como expliquei aqui, o glúten é de facto um inimigo a abater na minha alimentação. Senti uma grande diferença desde que o eliminei. Para melhor…

E como o pão é algo de que não prescindo, muitas são as minhas experiências para criar pães sem glúten saudáveis e que me saibam bem (tarefa árdua!). Esta foi uma experiência de sucesso (no meio de outras falhadas) e por isso sinto-me na obrigação de a partilhar convosco. 🙂

Recomendo este pão aos apreciadores de quinoa. Eu ando cada vez mais fã deste pseudo-cereal cheio de proteína, aminoácidos essenciais, fibra, vitaminas e minerais. Juntando com as sementes de chia conseguimos um pão altamente preteico e com baixo teor de hidratos de carbono, o que o torna numa boa escolha para dietas de emagrecimento, anti-cândida e para diabéticos. Com a vantagem acrescida de ser muito fácil de fazer, uma vez que não leva fermento e não necessita de levedar. Faz-se como se fosse um bolo…

Depois do pão cozer e arrefecer, eu costumo fatiar e guardar no congelador. Assim, sempre que preciso, é só tirar uma fatia, colocar na torradeira e deliciar-me com um pão fresquinho, saboroso e que me enche de boas energias.

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Pão de Proteico de Quinoa e Chia

– 300g de quinoa
– 60g de sementes de chia
– 1 cháv. de chá de água (1/2 + 1/2)
– 1 colh. de sopa de sumo de limão
– 1/2 colh. de chá de bicarbonato de sódio
– 50ml de azeite
– 1 colh. de chá de sal dos himalaias
– 2 colh. de sopa de sementes de sésamo + algumas para decorar

1. De véspera colocar a quinoa de molho num recipiente tapado e levar ao frigorífico. Demolhar também a chia com 1/2 chávena de água e levar ao frigorífico.
2. Na altura de fazer o pão, retirar a água da demolha da quinoa, lavar bem e deixar escorrer o melhor possível num coador.
3. Colocar num processador a quinoa, a chia demolhada, a restante 1/2 chávena de água, o azeite, o bicarbonato, o sal e o sumo de limão e triturar até obter uma massa de textura cremosa, parecida com uma massa de bolo (eu deixei a quinoa pouco triturada, pois gosto de sentir o pão com bocados maiores).
4. Envolver as sementes de sésamo.
5. Colocar a massa numa forma retangular (20 cm) forrada com papel vegetal, polvilhar com mais algumas sementes de sésamo e levar ao forno pré-aquecido a 180º entre 60 a 90 minutos (dependendo da potência do forno). O pão deve ficar com a crosta crocante e firme ao toque.

Processed with VSCO

6. Retirar do forno e deixar arrefecer numa grelha.

Processed with VSCO

Inspiração deste cantinho maravilhoso.

  • É verdade, há muita gente a eliminar o glúten sendo intolerante ou não… Há pessoas a ver isso como uma moda irritante, mas sinceramente não acho que o seja, eliminar o glúten não fará de certeza uma pessoa menos saudável e cada um tem as suas escolhas 🙂 Eu não tenho problemas com ele e consumo-o normalmente, mas também não o faço em grandes quantidades!
    Adorei esse pãozinho, fez-me lembrar o pão de quinoa da Miolo (que adoro). 🙂

    • Maria

      É verdade, o importante é mesmo o equilíbrio. A maior parte das pessoas, sem se aperceber, consome trigo em demasia (que é a farinha menos interessante em termos nutricionais). Há tanto para variar, mesmo não tendo intolerâncias… Também adoro o pão de quinoa da Miolo e este fica parecido.