Pão de Beterraba e Trigo Sarraceno

O pão é daqueles alimentos que não consigo dispensar (será pela minha costela alentejana?). Dá-me conforto, saciedade, faz-me sentir bem… Atualmente só como pão caseiro, visto que a maioria dos pães comprados não são de todo saudáveis. Já não falando nos aditivos alimentares que contêm, normalmente têm sal a mais e têm essencialmente farinha de trigo refinada na sua composição. Sem nos apercebermos acabamos por abusar do trigo, que é de longe a farinha menos nutritiva e que o organismo tem mais dificuldade em digerir. Para além disso a farinha de trigo tem sido alvo de grandes alterações genéticas e também por esta razão é de evitar o seu consumo excessivo. Não é à toa que há cada vez mais pessoas com alergia ou intolerância não só ao glúten como à farinha de trigo em particular.

Eu tenho optado por experimentar pães mais densos, usando farinhas sem glúten, muitas vezes sem necessidade de levedar. Este pão de beterraba foi mais uma dessas experiências, aproveitando as beterrabas em excesso que tinha no frigorífico. Ficou com uma cor linda e com um sabor agradável, sobretudo para quem gosta de beterraba (que é o meu caso). Fica ótimo torrado e acompanhado com pasta de abacate ou paté de coentros. Não podia ser mais saudável…

Os miúdos adoraram a cor do pão mas não ficaram adeptos. Beterraba não é com eles! 🙂

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Pão de Beterraba e Trigo Sarraceno (Sem Glúten)

– 1 cháv. de trigo sarraceno cru
– 2 beterrabas médias
– 1/4 cháv. de sementes de girassol
– 2 colh. de sopa de linhaça moída (mais 6 colheres de sopa de água)
– 1/2 colh. de chá de bicarbonato de sódio (ou fermento)
– 1 colh. de chá de cardamomo em pó
– 1 pitada de flor de sal (a gosto)

1. Cozer as beterrabas e deixar arrefecer.
2. Num liquidificador ou processador de alimentos triturar as beterrabas até ficarem em puré. Reservar.
3. Numa tacinha pequena colocar a linhaça a espessar com a água durante cerca de 15 minutos.
4. No processador de alimentos triturar o trigo sarraceno até virar farinha e colocar numa tigela (se comprarem já em farinha saltem este passo).
5. Adicionar o bicarbonato e metade das sementes de girassol e envolver bem.
6. Juntar o puré de beterraba, a linhaça, o cardamomo e a flor de sal. Mexer bem.
7. Deitar a massa numa forma retangular pequena forrada com papel vegetal, moldar ligeiramente e levar ao forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 30 minutos ou até estar cozido no centro (fazer o teste do palito).
8. Retirar o pão da forma e deixar arrefecer numa grelha.

Obrigada Just Natural Please por mais esta inspiração maravilhosa!

  • Eu não sou das pessoas que mais se perdem com pão, mas gosto. Devido ao sempre presente facto que mencionaste de os de supermercado não serem nada saudáveis também já experimentei algumas receitas, umas melhores e outras piores. Mas entre elas não conto um pão de beterraba, por acaso! Ou não por acaso, não sendo eu fã de beterraba acho que era de esperar. De qualquer modo a cor desse pão é tão apelativa que fiquei com vontade de experimentar 😀

    • Maria

      O pão fica realmente com uma cor linda. Mas aconselho a quem gosta de beterraba, porque o sabor está lá. 🙂