Pão de Arroz e Trigo Sarraceno (Sem Glúten)

E eis que, como que por magia, 2015 está quase a acabar…

Nesta altura dou por mim a rever o ano que passou, as coisas que correram bem e as que podiam ter corrido melhor. Mas, mais importante ainda, estabeleço projetos para o ano que se avizinha. Eu sonho muito, tenho sempre imensas coisas que gostava de fazer, imensas coisas que gostava de melhorar em mim. Este ano vou escrevâ-las num caderninho… Escrever as coisas faz parecê-las mais possíveis, mais reais, dá-nos coragem para não desistir. Não querem seguir-me o exemplo?

Que o vosso ano de 2016 seja o melhor de sempre! Sorriam, abracem, agradeçam, pensem positivo, corram atrás dos vosso sonhos. E sejam muito felizes!

Hoje não podia deixar de publicar esta receita, que foi para mim uma grande conquista de 2015. Fazer um pão sem glúten comestível e já agora saboroso era um desafio pessoal. Não sou intolerante ao glúten mas, como já aqui disse, sinto que sou bastante sensível a esta proteína, sinto-me muito melhor se não abusar de pães, bolachas ou massas com glúten. As massas vou variando entre as de trigo integral, as de espelta e as de milho. Em relação às bolachas, faço muitas receitas sem glúten e saem bastante bem. Mas o pão estava a dar-me luta… E o pão é aquele alimento que eu adoro!

Depois de muitas tentativas falhadas posso dizer que CONSEGUI!!!! Fiquei tão feliz… Inspirei-me nesta receita da Sofia e o pão saiu muito melhor do que alguma vez podia imaginar. Não é um pão alto, fofinho, como os pães com glúten, mas é muito saboroso. A codea é crocante e as sementes no interior tornam-no ainda mais nutritivo. Lembrei-me de usar o trigo sarraceno que tinha na despensa e resultou bastante bem.

Já agora, para quem não saiba, o trigo sarraceno é um cereal isento de glúten (apesar de ter trigo no nome), sendo uma boa opção para pessoas que possuam sensibilidade ao glúten ou doença celíaca. É uma excelente fonte de proteínas de fácil digestão.Tem baixo índice glicémico (mantém os níveis de açúcar no sangue mais baixos do que o arroz ou o trigo) e é uma poderosa fonte de energia. Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, possui propriedades anti-inflamatórias e contribui para manter um baixo nível de colesterol, entre outros benefícios.

Pode ser consumido em grão, cozido como o arroz, ou em farinha nos pães e em bolos.

Processed with VSCOcam

Processed with VSCOcam

Processed with VSCOcam

Pão de Arroz e Trigo Sarraceno (Sem Glúten)

– 420 ml de água morna
– 1 colh. de sopa de mel
– 250g de farinha de arroz integral
– 150g de farinha de trigo sarraceno (trigo sarraceno em grão triturado na Bimby)
– 100g de polvilho azedo
– 1 colh. de chá de sal
– 1 colh. de chá de goma xantana
– 1 pacote de fermento de padeiro
– sementes de girassol (ou outras a gosto)

1. Juntar, numa taça grande, a água e o mel e misturar.
2. Acrescentar o fermento fresco e deixar ativar, sem mexer, por 10 minutos.
3. Mexer bem com uma colher e juntar as farinhas, a goma xantana e o sal. Bater bem com uma batedeira (acessórios para massas) durante 2 minutos.
4. Deitar a massa numa forma antiaderente (se não for de silicone untar a forma com azeite e polvilhar com farinha de arroz) e deixar levedar durante 30 minutos.
5. Juntar as sementes de girassol e envolver bem. Deixar levedar de novo mais 30 minutos.
6. Passado esse tempo levar ao forno pré-aquecido a 200º durante 30 minutos.
7. Desenformar o pão e colocar na grelha do forno mais 15 minutos para tostar uniformemente.
8. Retirar do forno e deixar arrefecer numa grelha.

NOTA: Este pão pode ser cortado às fatias e congelado. Assim quando precisarmos é só tirar e colocar na torradeira, fica ótimo.

  • As farinhas de arroz sГЈo um ingrediente chave na maioria das receitas sem glГєten . Farinha de arroz branco Г© uma farinha de sabor suave, que funciona bem com a maioria dos sabores, e sua textura leve a torna boa para bolos e receitas delicadas.