Hoje é a vez do Millet…

O millet é mais um alimento fantástico que experimentei recentemente. Também conhecido como milho miúdo ou milho paínço, este cereal é dos alimentos mais antigos de que se tem conhecimento. Tem a extraordinária vantagem de ser o único cereal alcalino. O millet é um alimento altamente nutritivo, suave, contém muita fibra e é também de fácil digestão. É constituído por 15% de proteína, vitaminas do complexo B, aminoácidos essenciais, lecitina, alguma vitamina E e tem elevados valores de minerais como ferro, magnésio, fósforo e potássio. Tal como a aveia, o amaranto e a quinoa, o millet é um cereal com baixa concentração de gordura (apenas 3% em 100g), essencialmente ácidos gordos insaturados.

Millet2

O consumo de millet é especialmente indicado nas seguintes situações:

– Problemas de pele, unhas e esmalte dos dentes
– Problemas cardíacos pelo seu teor em magnésio
– Nas anemias e gravidez pelo seu teor em ferro
– Regenera e fortalece o sistema nervoso
– É um cereal de grande importância para celíacos pois não tem glúten
– Utilizado no tratamento de problemas de digestão, náuseas e problemas de sono.

O millet pode ser usado em papas, bolos, em diversos pratos e sobremesas. Eu costumo usar como acompanhamento, como alternativa ao arroz.

Aqui fica a minha sugestão para cozinhar o millet: 3 chávenas de água para 1 chávena de millet. Adicionar o cereal depois da água levantar fervura e cozer durante 20 minutos ou até a água ser toda absorvida. Desligar o lume e tapar por alguns minutos. Para o millet não ficar espapaçado, o que é fácil acontecer, a dica que dou é, antes da cozedura, tostar ligeiramente os grãos numa frigideira anti-aderente, sem gordura, durante cerca de 3 minutos, mexendo frequentemente. Para reduzir o tempo de cozedura também se pode demolhar o millet. Para um sabor mais apurado o millet pode ser cozinhado em caldo de legumes.

Millet3

Gosto mesmo muito do sabor do millet e sinto-me bem quando o como. Até a minha filha que anda muito esquisita com a comida gosta muito, não sei porquê mas diz que são “Pipocas”. 🙂

Bom Carnaval!