Os Locais Onde Faço as Minhas Compras – PARTE II

Quando enveredamos pelo caminho da alimentação saudável e consciente passamos não só a preocuparmo-nos com a qualidade dos alimentos que ingerimos mas também com a qualidade de todos os produtos que usamos. Champôs, pastas de dentes, sabonetes, cremes, batons… A quantidade de químicos nocivos à saúde que está presente na maioria destes produtos é enorme (já para não falar do impacto no meio ambiente).  O que a maior parte das pessoas não tem noção é que estes químicos penetram na nossa pele entrando para a corrente sanguínea. Ou seja, estamos continuamente a absorver substâncias tóxicas que, ao longo do tempo, podem acabar por influenciar a nossa saúde e bem-estar.

O ideal é optarmos por cosméticos naturais, sem químicos, feitos à base de ingredientes provenientes da natureza e não industrializados. E para saberem isso o meu conselho é sempre “Leiam os Rótulos!”. Sim, os produtos de higiene/beleza também têm lista de ingredientes… Já aqui tinha falado das substâncias a evitar, imprimam esta lista num papel pequeno e tenham-na sempre na carteira, em caso de dúvidas. Pode parecer complicado (mais uma coisa com que nos temos de preocupar, certo?) mas é por uma boa causa. Se não tiverem a lista à mão e não se lembraram de quais os ingredientes perigosos, o truque é pensar “Se não ponho este ingrediente na boca, porque nem sei o que é, não o vou por na minha pele”. Com o tempo vamos encontrando os produtos naturais que mais gostamos e com que nos damos bem e a coisa já se torna simples. Em relação ao preço não se assustem, estes produtos não são assim tão mais caros… Eu, por exemplo, costumava comprar cremes de marca, nas perfumarias, que não são nada baratos. Consegui até reduzir os meus gastos ao comprar produtos naturais.

Outra coisa importante é nos apercebermos que compramos produtos demais, que se calhar depois nem usamos e ficam perdidos lá por casa. Revejam as vossas necessidades, adquiram apenas aquilo que é essencial à vossa saúde e bem-estar.

varios-sabonetes

Continue reading

Receita de Desodorizante Caseiro

Comer de forma consciente é uma verdadeira evolução interior. Ficamos mais atentos a nós próprios, aos outros, ao mundo. Passamos a pensar mais no que fazemos e nas consequências dos nossos atos. Passamos a interessar-nos pela sustentabilidade ambiental e a tentar reduzir a nossa pegada ecológica. Sempre que compro qualquer produto, seja alimentar ou não, tenho sempre atenção se é biológico, se foi testado em animais, se tem aditivos prejudiciais à saúde e ao planeta. Sim, é um pouco mais caro, mas é um investimento em nós e o ambiente agradece.

Para além dos aditivos que ingerimos nos alimentos, também somos diariamente expostos através da pele a uma quantidade enorme de produtos químicos. Desde cremes, champôs, pastas de dentes, desodorizantes, perfumes… É só lerem os rótulos, acredito que vão ficar espantados com tanto E, tanto químico, tanto aroma e corante. Tenho sempre comigo, num papelinho na carteira, uma lista das substâncias presentes em cosméticos que devem ser evitadas ou utilizadas com cautela devido aos seus efeitos nocivos à saúde humana e ao ambiente como um todo. Partilho essa lista convosco:

-Triclosan
-Triclocarban
-Triclocarban
-Formaldeído
-Liberadores de formaldeído
-Alcatrão de carvão ou alcatrão de hullha
-Cocamida DEA
-BHA e BHT
-Chumbo ou acetato de chumbo
-Fragrâncias
-Parabenos (muitas vezes com prefixos como methyl, ethyl, propyl, benzyl e butyl)
-Tolueno
-Oxibenzona
-Ácido Bórico
-Liberadores de dioxano
-Lauril sulfato de sódio
-Palmitato de retinol
-Ftalatos
-Flúor

Podem ver a explicação no Portal eCycle .

Mas relativamente aos desodorizantes… Um desodorizante é um produto que serve para remover o odor da transpiração e não para impedi-la. Por isso não se devem usar anti-transpirantes, que retêm a transpiração, impedindo o corpo de eliminar as toxinas. Devemos evitar desodorizantes com alumínio (na forma de cloridrato de alumínio), que é, por norma, a substância usada para impedir a transpiração.

Há muitas receitas fáceis para fazer desodorizantes em casa, livres de álcool, alumínio, parabenos e todas as outras substâncias nocivas. Experimentei uma receita à base de óleo de côco e pelo menos comigo resultou bastante bem.

IMG_0061

Continue reading