Dicas Para Melhorar a Digestão

Hoje em dia são muitas as pessoas que se queixam de digestões longas e difíceis. As causas são várias: quantidades exageradas de comida, gordura/açúcares em demasia, refeições tomadas a correr ou a trabalhar, entre outras. É preciso ouvir o nosso corpo e perceber que se estamos a ter determinado sintoma é porque algo não está bem. Tomar o comprimidinho efervescente depois das refeições não é solução…

Processed with VSCO

Deixo 10 dicas que costumo seguir e que ajudam neste problema:

1. Comer devagar: A mastigação é a 1ª fase da digestão e é mais importante do que se pensa. Devido às enzimas presentes na saliva, os alimentos começam já a ser processados na boca (dizem que cada garfada deve ser mastigada pelo menos 100 vezes!). Comer rápido vai fazer com que os alimentos sigam para o trato digestivo em pedaços muito grandes, o que vai dar mais trabalho aos outros orgãos envolvidos na digestão. Para além disso o cérebro só envia a mensagem de saciedade após 20 minutos do início da refeição, por isso comer devagar também contribui para comer menos e ter mais energia.

2. Não beber líquidos à refeição: Beber enquanto se come dificulta a digestão e enche o espaço que poderia ser ocupado com comida.

3. Comer em pequenas quantidades de cada vez e em várias refeições ao longo do dia: Comer grandes porções de cada vez vai atrasar bastante a digestão e originar a sensação desagradável de enfartamento.

3. Começar a refeição com vegetais, de preferência crus: o processo digestivo é bastante complexo e se este começar com alimentos crus o esforço da digestão é progressivo e esta faz-se mais facilmente.

4. Beber 1 copo de água morna ao acordar, idealmente com umas gotas de sumo de limão: a água morna vai acordar o organismo da melhor forma depois do período noturno, ao mesmo tempo que hidrata o organismo. O limão ajuda na limpeza e na desintoxicação, tem uma ação antioxidante e protetora.

5. Comer fruta fora das refeições principais: Comer a fruta no final da refeição torna a digestão mais lenta, para além de não beneficiarmos na integralidade de todos os nutrientes que a fruta nos fornece.

6. Dar prioridade à água face aos outros líquidos: A água fora das refeições melhora a digestão. O chá, sobretudo morno, também é uma boa opção (sem adoçantes). Evitar bebidas doces e gaseificadas.

7. Ir diminuindo a ingestão de comida ao longo do dia: Fazer pequenos-almoços e almoços mais ricos e evitar comidas pesadas à noite. Como o corpo tende a desacelerar com o avançar da hora, a digestão noturna demora mais tempo e acaba por ter influência na qualidade do sono.

8. Aumentar a ingestão de fibra e reduzir as gorduras e os açúcares: Alimentos gordurosos e com muito açúcar são mais difíceis de digerir. As fibras vão permitir um bom trânsito intestinal, melhorando o precesso digestivo.

9. Combater o sedentarismo: Quando nos mexemos o fluxo de sangue para todos os órgãos do corpo aumenta, estimulando os músculos do trato gastrointestinal e ajudando os seus órgãos a trabalharem de forma mais eficiente.

10. Reduzir o consumo de sal, utilizando especiarias em substituição: Condimentos como coentros, cominhos, hortelã, canela, pimenta do reino, cravo, açafrão, noz moscada e cardamomo auxiliam a função digestiva.

Vamos tentar? Podemos começar por implementar apenas 1 ou 2 destas ações de cada vez e vamos analisando como o nosso corpo reage. Com calma e força de vontade, tudo se consegue.

  • Gostei muito das dicas, a sugerir um estilo saudável ao invés de estratagemas para comer mal ou exageradamente e compensar de forma artificial!
    Qualquer dia tenho de me iniciar no famoso hábito da água morna com limão 🙂

    • Maria

      Obrigada! Comer com equilíbrio é fundamental para um estilo de vida saudável… O problema é que muita gente ainda não se apercebeu disso. A água morna com limão é mesmo boa para limpar o organismo logo pela manhã (e faz maravilhas à gordura abdominal… 🙂 )