O Meu Regresso… e um Caldo de Vegetais Doces

Estou de regresso de uma viagem à Índia onde estive num retiro de Mindfulness no Feminino. Como posso resumir a experiência? Maravilhosa, transformadora, inesquecível… Visitei lugares mágicos, com uma energia muito especial que só um país como a Índia consegue transmitir. Conheci pessoas lindas, fiz amizades que eu espero ficarem para o resto da vida. Foi uma viagem essencialmente interior, em que saí da minha zona de conforto, em que descobri coisas sobre mim que não conhecia, em que vi mais claramente o que quero para o meu futuro e para a minha vida.

O retiro tinha como base a prática de Meditação mas também houve aulas de Yoga ao amanhecer, passeios a templos e locais sagrados, visitas a escolas e projetos inspiradores e até uma aula de culinária indiana (que eu adorei, claro!). Deixo-vos aqui uma cheirinho do que foram estes dias muito especiais…

Em passeio pelo Mercado de Tiruvannamalai

Annamalaiyar Temple em Tiruvannamalai

A Montanha Sagrada Arunachala (nem acredito que consegui subir lá acima)

As ruas

Massas coloridas à venda no mercado (não, não são gomas!)

Mercado de Tiruvannamalai

Matrimandir em Auroville

Em relação à alimentação, o balanço é no geral positivo (apesar do picante, que me desafiava diariamente). Tive sorte porque a zona para onde fui é vegetariana e por isso os pratos eram muito baseados em vegetais e leguminosas (que eu adoro). Em alguns locais onde ficámos a comida estava algo ocidentalizada, por isso sei que não passámos por uma experiência 100% indiana. Mas ainda bem, porque comer noodles com molhos picantes todos os dias ao pequeno-almoço poderia ter sido traumatizante. Continuo a gostar muito de comida indiana mas posso dizer que vim com muitas saudades de pratos tipicamente portugueses. 🙂

O arroz vermelho era uma maravilha!

O que cozinhámos na aula de culinária

Mais do que cozinhámos

Masala Chai, um Chá Indiano de Especiarias com Leite

As bananas indianas (super saborosas!)

Este era tão picante!!!

Ainda não tive tempo para testar as receitas que aprendi mas, logo que o faça, partilho o resultado. Hoje deixo-vos um maravilhoso “remédio” macrobiótico que me apeteceu fazer assim que cheguei de viagem, um Caldo de Vegetais Doces. Este caldo é maravilhoso para estabilizar os níveis de açúcar no sangue, relaxar os músculos e ajudar a acalmar. É uma bebida adocicada que satisfaz as necessidades urgentes de açúcar de forma suave, ajudando o pâncreas e todo o organismo a atingir o equilíbrio, sobretudo quando há um consumo excessivo de produtos de origem animal.

Caldo de Vegetais Doces

– Água
– Legumes à escolha, de preferência biológicos: cebola, cenoura, couve-coração, abóbora, nabo (escolher 3 ou 4, eu fiz com cebola, cenoura e couve-coração)

1. Cortar os legumes em pedaços
2. Cobrir os legumes com água e deixar ferver com o tacho destapado
3. Reduzir o lume, tapar e cozinhar durante cerca de 20 minutos
4. Coar o líquido, espremendo bem os legumes
5. Beber o caldo morno ou quente (pode ser guardado no frigorífico durante 2 dias e aquecido)

  • Rui Delgado

    Fico contente por teres gostado da experiência.

  • L

    Bem-vinda! 🙂
    Muitos beijinhos!!!

    • Maria

      Obrigada amiga, beijinhos!