A Quinoa

Só há pouco tempo introduzi a quinoa na minha alimentação. A quinoa é considerada por muitos como o alimento perfeito. Naturalmente sem glutén, a quinoa é rica em proteínas (das maiores fontes de proteína de origem vegetal), aminoácidos essenciais, fibras, ácidos gordos ómega 3 e ómega 6, vitaminas (A, B6, B1, E e C) e minerais (cálcio, ferro, fósforo, cobre, magnésio, cloro e zinco).

Já tinha experimentado quinoa há alguns anos durante o curso de culinária vegetariana mas não tinha gostado muito do sabor. Por isso a minha relação com a quinoa ficou por aí. No ano passado, de tanto ouvir falar dos benefícios da quinoa, decidi cozinhá-la em casa para experimentar. Ainda não adoro o sabor (acho que continuo a preferir o arroz) mas a quinoa já tem um lugar cativo na minha despensa, nem que seja pelo bem que faz. Há 2 tipos de quinoa, a branca e a vermelha. Já experimentei ambas e não noto diferenças de sabor. Como têm o mesmo tempo de preparação, costumo juntar as duas para fazer um prato mais colorido.

Processed with VSCOcam

A quinoa é um alimento bastante versátil. Fica ótima em saladas frias, com legumes e ervas frescas, temperada com molho vinagrete. Também pode ser usada em empadões, hamburgueres e almôndegas.

A receita base de preparação da quinoa é idêntica à do arroz, ferver duas chávenas de água para uma de quinoa e deixar em lume brando durante cerca de 15 minutos. Retirar do lume e tapar. Separar com um garfo para soltar os grãos. Uma regra bastante importante: Lavar bem a quinoa antes de a usar, pois caso contrário poderá ficar com um gosto amargo depois de cozinhada.

Também se pode usar quinoa para fazer papas de pequeno-almoço, em substituição dos cereais habituais. Confesso que ainda não experimentei, logo que o faça publico aqui no blog o resultado. Existem ainda à venda flocos de quinoa, já prontinhos para adicionar ao leite. Outra opção é comprar a quinoa em farinha (ou triturar os grão em casa no processador de alimentos ou na Bimby), podendo ser usada para pão, bolos ou biscoitos.

Experimentem e digam-me o que acharam… 🙂

  • L

    Nunca provei quinoa, até porque acho exageradamente cara… Mas sempre tive curiosidade em experimentar. Entre a quinoa e o millet, qual consideras melhor?

    • Maria

      Sim, a quinoa é bastante cara mas é daqueles investimentos que considero que compensam…
      Em termos de sabor prefiro o millet. Em termos nutricionais penso que a quinoa está à frente. Por isso vou alternando entre ambos. 🙂

  • Devo confessar que não consumo muito quinoa exactamente pelo valor… é extremamente cara.
    O que por vezes faço é cozinhar misturada com o millet… Assim aproveito um pouco os benefícios e fica mais em conta o prato…

    abraço! **rita

    • Maria

      É uma boa ideia Rita! Vou experimentar misturar… 🙂