Tikka Masala de Beringela

Decididamente devo ter antepassados asiáticos (o que por acaso já me foi confirmado pela minha mestre de Reiki)… Sinto uma atração enorme pela cultura e filosofia de vida oriental. E claro, adoro a cozinha do oriente, especialmente a indiana. Apesar de não gostar de picante (o que parece um contra-senso para quem diz que gosta de comida indiana), gosto muito da mistura de sabores, das especiarias que usam e do bem-estar que esta comida me transmite (uma espécie de aconchego de alma). Talvez seja o sentimento bom do regresso às origens…

Faço muitas vezes pratos de caril e desta vez experimentei um tikka masala. Para quem não sabe o tikka masala é um prato de influência anglo-indiana que tem por base um molho cremoso de especiarias. Este molho pode usar iogurte, creme de coco ou tomate e os condimentos variam muito. Podem ser coentros, cominhos, paprika, gengibre, canela, cardamomo, noz moscada, mostarda, pimenta, é um bocadinho ao gosto do freguês. 🙂

Para o meu prato as especiarias dominantes foram as sementes de mostarda e de cominhos, que foram tostadas previamente para o sabor se tornar mais intenso. Optei por fazer um tikka masala de beringela, que é dos meus legumes preferidos, apesar de ser a única que gosta cá em casa. Ou seja, este prato foi mesmo só para mim! E que bem que me soube…

Como curiosidade, sabiam que a beringela é rica em fibras, tem poucas calorias e tem uma ação antioxidante? Para além disso, ajuda a manter um colesterol baixo, a melhorar o fluxo sanguíneo e a manter os ossos saudáveis (pelo seu conteúdo em minerais). É também rica em vitaminas do complexo B (B1, B3 e B6), que auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso central, do fígado, na produção de energia e no equilíbrio hormonal. Eu adoro o seu sabor, fica ótima grelhada com sal e um fio de azeite.

Neste prato a beringela ajuda a tornar o molho rico e mais cremoso, posso dizer que encaixa na perfeição. Querem experimentar?

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading

Bolo Simples de Aveia e Alfarroba

Se me pedissem para escolher quais os meus 5 alimentos preferidos, a aveia seria certamente um deles. Pelas suas propriedades nutricionais (de que já falei aqui) e pela sua versatilidade, a aveia é mesmo um alimento de que não prescindo. Em farinha, em flocos ou em grão, pode ser usada para fazer papas, barritas, bolos, bolachas, pão, grânola, panquecas, hambúrgueres, almôndegas (e a lista não acabaria por aqui). Mas o melhor de tudo é que a aveia me faz sentir bem, reconfortada, feliz…

Por isso o bolinho que vos trago hoje só podia ser tudo de bom. Para além de ter a super aveia, não tem ingredientes refinados, é adoçado apenas com fruta e é MUITO saboroso.  É um lanche excelente, para miúdos e graúdos, e não podia ser mais fácil de fazer. É só misturar tudo e já está! Não há mesmo desculpas para não se fazerem escolhas saudáveis…

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Processed with VSCO

E os vossos alimentos preferidos, quais são?

Continue reading

Dirty Dozen e Clean Fifteen: Que frutas e legumes devemos comprar biológicos?

Penso que as vantagens da produção biológica são do conhecimento de toda a gente mas nunca é demais relembrar:

1 – Reduz a exposição dos alimentos a pesticidas tóxicos, nocivos à saúde
2 – Mantém o sabor natural e o valor nutritivo dos alimentos
3 – Ajuda a preservar o meio ambiente e a reduzir a pegada ecológica
4 – Incentiva a agricultura de produção local
5 – No caso de produtos animais, evita a sua contaminação com hormonas e antibióticos e garante o bem-estar animal

Em relação às frutas e aos legumes, está provado que o facto de serem biológicos lhes aumenta o teor de micronutrientes (vitaminas e minerais) em 40% e de antioxidantes em cerca de 58%, comparando com os seus equivalentes convencionais. E, quanto a mim, o sabor é completamente diferente. Noto tanto nas maçãs e nos tomates… Quem não tem a sensação que o tomate que compra no supermercado não sabe a nada? O tomate biológico é bem mais docinho e sumarento.

bio_deliveryorganicos1502

No entanto, comprar fruta e legumes biológicos sai na realidade mais caro. Apesar de sabermos que é um investimento na nossa saúde, percebo que nem sempre se consiga optar pela produção biológica.  E é nesta questão que eu hoje pretendo dar uma ajuda. Como escolher o que comprar biológico?

Continue reading

Nutella Saudável

Há muito que a minha filha me pedia creme de chocolate para barrar no pão. Não costumo comprar estes cremes de chocolate, prefiro outras opções que considero mais saudáveis, mas ela via frequentemente os amiguinhos na escola a comer, o que lhe aguçou a curiosidade… e o apetite. 🙂

Por isso finalmente decidi fazer-lhe a vontade… Não há-de ser difícil replicar a receita para uma versão saudável, pensei. Apesar da Nutella se apelidar de creme de chocolate e avelãs, estes ingredientes são apenas cerca de 20% da sua composição. Os restantes 80% vão para a gordura de palma, o leite em pó e, claro, para o açúcar (mais de 50%!!!). Ou seja, considero que seja uma opção a evitar.

final

Mas não vale a pena ficarem tristes pois agora vem a boa notícia. É POSSÍVEL FAZER NUTELLA EM CASA E FICA MARAVILHOSA!!!! Não leva açúcar refinado, apenas tâmaras para adoçar e metade da sua composição são avelãs. Ou seja, é um verdadeiro alimento, nutritivo, saboroso e (cereja no topo do bolo) rápido de fazer. O que se pode pedir mais?

Realço que esta maravilha não serve só para barrar o pão, pode também ser usada para cobertura de bolos ou melhor ainda… para comer à colher!

A miúda adorou e a mãe ficou ainda mais contente com o sucesso da experiência.

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading

Mini Pãezinhos de Abóbora e Polvilho

Ao escolhermos a fruta e os legumes, é muito importante serem produtos da época (já aqui tinha falado sobre isso). Porque a natureza é inteligente e oferece-nos, em cada altura do ano e para cada região, os alimentos de que o nosso corpo precisa. Não é à toa que as frutas de verão são mais ricas em água, para nos hidratar, e as de inverno são mais densas e nutritivas, para aumentar as nossas reservas de energia para o frio.

Ora estamos na época da abóbora… E sendo um alimento tão saboroso e com tantos benefícios (podem ver aqui), é quase obrigatório incluí-lo na nossa alimentação diária nesta altura do ano. Não se limitem a usar abóbora na sopa, há tantas outras formas de usarmos este fantástico alimento. Em risotos, nas papas de aveia, assada com especiarias, em puré, no pão, em bolos e doces.

Se quiserem um bolo com abóbora experimentem este (é maravilhoso…). Hoje deixo-vos uns mini pãezinhos de abóbora e polvilho que inventei para dar bom uso a um restinho de abóbora que pairava no meu frigorífico. E olhem que vou repetir, ficaram mesmo bons. Leves e saborosos, sabem a pãezinhos de queijo… mas sem queijo! Também sem glúten, sem leite, sem ovos, estes pãezinhos fazem-se num instante pois não levam fermento, logo a massa não precisa de levedar.

Podem ser feitos em quantidade e congelados que também ficam muito bons. Prático e saudável, há melhor combinação? 🙂

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading

Douradinhos de Tofu

Mais uma recordação de infância de muita gente, os douradinhos… Lembro-me de os comer com arroz de ervilhas ou de tomate, tão bom!  Ainda hoje acho que não há criança que reclame quando a refeição é douradinhos, mesmo aquelas que torcem o nariz ao peixe.

Claro que agora sei que os douradinhos não são a coisa mais saudável do mundo, mesmo sendo feitos no forno, já que são pré-fritos e têm bastante gordura. Por isso decidi recriar a receita e tentar uma versão igualmente saborosa mas melhor para a nossa saúde. E porque não trocar o peixe pelo tofu?

Ora o que vos posso dizer é que adorei o resultado. Até os meus filhotes, que não morrem de amores por tofu, gostaram e repetiram. A chave do sucesso é temperar bem para o tofu ganhar sabor. E depois a cobertura crocante faz o remate final. Delicioso!

Processed with VSCO

Como sobrou um pouco de polme e cobertura (e aqui em casa não se desperdiça mesmo nada), ainda fiz 2 pãezinhos de alho que ficaram MARAVILHOSOS!

Sucesso a dobrar! 🙂

Processed with VSCO

Continue reading

Bolinhos de Coco

“Food is memories”, ouvi há dias num filme que dava na televisão. Não podia concordar mais. A comida junta as pessoas, cria laços, traz-nos boas recordações. Tantas vezes temos boas recordações de infância quando pensamos naquele alimento que adorávamos e comíamos com as pessoas que nos eram mais queridas. Essa informação fica guardada em nós para sempre…

Por isso, quando vi esta receita maravilhosa, tive logo um acesso de saudades da minha infância e da minha bisavó que me ia comprar coquinhos à pastelaria. Adorava (e adoro) estes bolinhos, não fosse eu adorar tudo o que tenha coco (sorte a minha que o coco é um alimento tão bom!). Claro que os coquinhos que eu comia na altura estavam carregados de açúcar mas nada como experimentar esta versão saudável. Sem açúcar, sem glúten, sem farinhas refinadas, sem leite, sem gorduras.

Pois o que vos posso dizer é que adorei! Primeiro porque o sabor está todo lá (e as recordações apareceram). Depois porque são mesmo fáceis de fazer. Eu usei ainda mais ingredientes que a receita original, porque tinha amêndoa ralada a precisar de ser aproveitada, mas ainda assim em 2 passos e com apenas 5 ingredientes fazem uns bolinhos que não metem medo a ninguém (nem aos menos datados nas lides da doçaria).

Ah! E ficaram mesmo bonitos… Porque os olhos também comem, certo?

Processed with VSCO

 

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading

Pão Proteico de Quinoa e Chia

Seguir uma alimentação sem glúten está um bocadinho na moda. Muito se fala sobre o glúten e muitas são as receitas sem glúten que invadem a internet e as redes sociais. Eu não sou adepta de modas… Gosto simplesmente de seguir aquilo que faz sentido para mim. Aquilo com que me sinto bem… E, tal como expliquei aqui, o glúten é de facto um inimigo a abater na minha alimentação. Senti uma grande diferença desde que o eliminei. Para melhor…

E como o pão é algo de que não prescindo, muitas são as minhas experiências para criar pães sem glúten saudáveis e que me saibam bem (tarefa árdua!). Esta foi uma experiência de sucesso (no meio de outras falhadas) e por isso sinto-me na obrigação de a partilhar convosco. 🙂

Recomendo este pão aos apreciadores de quinoa. Eu ando cada vez mais fã deste pseudo-cereal cheio de proteína, aminoácidos essenciais, fibra, vitaminas e minerais. Juntando com as sementes de chia conseguimos um pão altamente preteico e com baixo teor de hidratos de carbono, o que o torna numa boa escolha para dietas de emagrecimento, anti-cândida e para diabéticos. Com a vantagem acrescida de ser muito fácil de fazer, uma vez que não leva fermento e não necessita de levedar. Faz-se como se fosse um bolo…

Depois do pão cozer e arrefecer, eu costumo fatiar e guardar no congelador. Assim, sempre que preciso, é só tirar uma fatia, colocar na torradeira e deliciar-me com um pão fresquinho, saboroso e que me enche de boas energias.

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading

Tarte Crua de Banana e Frutos Silvestres

Já estamos no Outono, eu sei… Mas felizmente o tempo ainda anda simpático e eu decidi comemorar este sol fantástico que nos alegra os dias deixando aqui uma sobremesa com sabor a Verão. Porque o Verão pode ser todos os dias, basta querermos… 🙂

Ando cada vez mais adepta de sobremesas crudívoras. São simples de fazer, como eu gosto, porque não precisamos de usar o forno ou o fogão. E são deliciosas! O sabor dos alimentos parece mais forte, mais vivo… Para além disso ajudamos o nosso sistema digestivo que tem menos trabalho a processar os alimentos crus, uma vez que estes têm mais enzimas essenciais à digestão (estas enzimas perdem-se no processo de cozedura e o corpo tem de se adaptar aumentando a quantidade de enzimas presentes na saliva).

Esta tarte leva banana para adoçar, não tem farinhas e usa o fantástico óleo de coco para solidificar tanto a base como a cobertura. Só bons alimentos, portanto!

Experimentem, vão adorar de certeza!

Processed with VSCO with c1 preset

Processed with VSCO

Continue reading

Biscoitos Simples de 2 Sabores

Há dias, em conversa com a minha irmã R., ela confidenciou-me que por vezes não fazia as minhas receitas porque tinham ingredientes pouco comuns, que a maioria das pessoas nem sempre tem em casa. De início fiquei surpreendida, sempre achei as minhas receitas simples, mas depois acabei por lhe dar razão. Quando decidimos mudar a alimentação, iniciamos um processo de descoberta de novos sabores, de novos ingredientes, de novos métodos de cozinhar. Essas novas realidades passam a fazer parte do nosso mundo, mas não necessariamente do mundo das outras pessoas. E nem sempre temos noção disso…

Por isso hoje, para me redimir de possíveis ingredientes complexos que aqui tenha sugerido, deixo uma receita do mais simples que pode haver. Apenas com dois ingredientes base, flocos de aveia e banana, e com dois sabores à escolha, canela e alfarroba. Em pouco mais de 20 minutos têm uns biscoitos muito saborosos, ótimos em qualquer altura do dia e que agradam a toda a gente. Sem açúcar, sem leite e sem gordura, estes biscoitos podem até ser dados a bebés desde os 6 meses de idade se optarem por aveia sem glúten. É uma boa sugestão de receita para fazerem com as crianças, eles vão adorar meter as mãos na massa!

Processed with VSCO

Processed with VSCO

Continue reading